Na última quinta-feira, 31, Véles Sarsfield e Flamengo se enfrentaram pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores, no José Amalfitani. Os cariocas levaram a melhor vencendo por 4 a 0, com gol de Éverton Ribeiro e hat-trick de Pedro.

Por ter balançado as redes três vezes, Pedro teria o direito de levar a bola do jogo para casa como recordação, mas o jogador ouviu um não de funcionários do Vélez, que se recusaram a entregar o objeto ao jogador brasileiro.

Após receber o prêmio de melhor do jogo, o atacante deixou o gramado com a bola, mas ao chegar no túnel um funcionário alegou que a bola era do clube e não poderia ser levada. 

“Eu estava indo para o vestiário, e veio alguém e meio que roubou a bola de mim. Falei: “Me dá, eu fiz três gols”. O cara brigou lá e não quis devolver. Faz parte. Vou tentar pegar uma com o roupeiro do Flamengo”, disse Pedro.

Os dirigentes do time carioca tentaram conversar com membros do Vélez, mas nada foi resolvido e o atleta foi embora sem o presente.

O Flamengo abriu vasta vantagem para o jogo da volta na próxima quarta-feira, 7, no Maracanã. Os rubro-negros precisam perder por 5 gols de diferença para não conseguir a vaga na final da Libertadores.