PM indiciado por atirar em grupo de amigos após briga no trânsito em Rio das Ostras é afastado do cargo, diz corporação

Por Redação em 13/10/2021 às 11:41:34
Caso aconteceu no sábado (9). Afastamento foi comunicado pela Polícia Militar nesta quarta-feira (13). Um rapaz de 25 anos foi atingido três vezes e uma jovem foi atingida de raspão. O policial militar que foi denunciado por um grupo de amigos em Rio das Ostras, no interior do Rio, depois de uma briga de trânsito foi afastado do cargo, conforme informou a corporação nesta quarta-feira (13). O militar é apontado como autor de tiros que atingiram três vezes um rapaz de 25 anos e uma jovem de 22 anos, de raspão.

O caso aconteceu na noite do sábado (9). A jovem atingida de raspão, July Ferreira, estava em um carro com outras duas amigas quando houve uma discussão com o policial depois que ele bateu no carro em que elas estavam.

O carro é de Mailton Joya, rapaz atingido por três tiros. A confusão aconteceu perto da casa do jovem, onde acontecia uma festa de aniversário. As amigas voltavam de um depósito de bebidas quando aconteceu o acidente de carro. Uma das amigas chamou Mailton para conversar com o policial, mas a conversa evoluiu para uma briga corporal.

Amigos foram baleados por policial militar após discussão no trânsito em Rio das Ostras; rapaz segue internado e passa bem

Reprodução/Redes sociais

A assessoria de comunicação da Polícia Militar informou na manhã desta quarta-feira o afastamento do militar. A corporação disse ainda que apura o caso.

A Polícia Civil informou que o policial foi indiciado por tentativa de homicídio qualificado e a mulher que estava com ele, e que também agrediu uma das jovens, também vai responder pelo crime.

"Tanto o policial militar como a pessoa que estava com ele vão entrar como autores da tentativa de homicídio. Ela entra na condição de partícipe. Nós já fizemos diligências nos endereços registrados no sistema, mas não encontramos ninguém. Já há materialidades, os documentos médicos, as testemunhas são fortes neste sentido. Praticamente a investigação se encerra, mesmo que eles não compareçam para serem ouvidos", disse o delegado Ronaldo Cavalcante na terça-feira.

Até esta terça, os dois suspeitos não tinham se apresentado à delegacia para serem ouvidos. O g1 entrou em contato com a Polícia Civil para saber se eles já foram localizados nesta quarta e aguarda o retorno.

O g1 não localizou a defesa do policial.

Rapaz segue internado

Mailton Joya passou por uma cirurgia no domingo (11) e ficou em observação em um hospital particular em Macaé. Ele deve passar por um novo procedimento nesta quarta-feira no braço.

Amigos e familiares fazem uma campanha nas redes sociais para arrecadar dinheiro e arcar com as despesas do hospital.
Comunicar erro

Comentários