Um idoso de 110 anos infectado pela Covid-19 recebeu alta hospitalar, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Davino Cordeiro ficou internado por 18 dias após manifestar sintomas da doença, mas não precisou passar pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O idoso recebeu alta do Centro de Controle e Combate ao Coronavírus da cidade sob aplausos de médicos e enfermeiros que cuidaram dele durante as semanas em que ficou internado. Davino irá continuar a recuperação em casa, ao lado dos sete filhos, 11 netos e 18 bisnetos.

Luciana Cordeiro, neta do idoso, se emocionou ao contar sobre a incerteza de encontrá-lo com vida após a internação.

“Eu e todos os meus primos tivemos muito medo de perder nosso avô. Estamos muito felizes e aliviados. Quero agradecer a toda equipe do Centro de Controle que tratou do meu avô. Muito obrigada a cada um de vocês”, agradeceu a neta.

Acredita-se que ele seja a pessoa mais velha a se recuperar da doença no Brasil. No mundo, uma idosa espanhola de 113 anos detém a marca de idosa mais velha a se recuperar da Covid-19.

Segundo o Governo do Estado, Davino é o segundo paciente mais idoso a vencer a doença no Norte Fluminense. Dos 101.554 pacientes que estão recuperados apontados pelo painel coronavírus da secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, seu Davino foi o quinto mais velho a superar a doença no estado. De acordo com as estatísticas do site, além de um paciente de Niterói com 110 anos, moradores de São Gonçalo, Angra dos Reis e Macaé, venceram a Covid-19 com 120 anos.

Fonte: Rádio 93FM